Dia do Índio - Tribo Goytacazes






Os Goitacazes foram um grupo indígena, atualmente considerado extinto, que habitava no século XVI a região costeira entre o rio São Mateus, no estado brasileiro do Espírito Santo e a foz do rio Paraíba, no estado do Rio de Janeiro.
"O índio Goitacaz é o senhor absoluto das terras no tempo da Capitania de São Thomé, depois do Paraíba do Sul" Relato de Osório Peixoto em seu livro "500 anos dos Campos dos Goytacazes".
"Goitacaz" quer dizer corredor, nadador ou caranguejo grande comedor de gentes. Fisicamente possuíam pele mais clara, eram mais altos e robustos que os demais índios do litoral. Reuniam ainda uma "força extraordinária e sabiam manejar o arco com destreza"

Tinham o hábito de de dançar e cantar em ocasiões festivas, usando o jenipapo para a pintura do corpo e penas de aves com as quais adornavam seus objetos. Viviam nus, raspando o cabelo no alto da cabeça, deixando-o comprido, formando uma longa cabeleira.
Sua alimentação constava de frutos, raízes, mel e, principalmente, de caça e pesca. Eram superticiosos quanto à água para beber, não bebendo-a de rios e lagoas, mas sim das cacimbas.
Mantinham comércio com os colonizadores europeus, mas com uma peculiaridade: não se comunicavam com seus colonizadores! Deixavam seus produtos em lugar mais elevado e limpo ficando à distância, observando as trocas. Davam mel, cera, pescado, caça e frutos em troca de enxadas, foices, aguardente e missangas.
Assim como os demais povos indígenas, os Goitacazes guerreavam entre si e seus vizinhos. "Quando não se julgam fortes fogem com ligeireza comparável a dos veados."
Além do arco e da flecha faziam com perfeição trabalhos com penas de aves, multicoloridas, usando-as no corpo e nas armas e também em ocasiões festivas. Trabalhavam o barro, enterrando seus mortos em igaçabas. Faziam machados de pedra, jangadas, trabalhavam com bambu e trançavam redes de fibra e cordas.
Os Goitacazes sofreram um massacre histórico. Após esse episódio praticamente desapareceram. Calcula-se que eram cerca de 12 mil.
Foram homenageados por José de Alencar em seu romance 'O Guarani'. Nesta obra, o protagonista, Peri, é um índio goitacáz que realiza grandes proezas, lutando contra os aimorés, o homem branco e até contra os elementos naturais, tudo para agradar e salvar sua predileta, Cecília, filha de um nobre português.
Obtido em "http://pt.wikipedia.org/wiki/Goitacazes"

9 comentários:

Geraldo Angelo de Vasconcellos disse...

Eu gostaria de deixar meu comentário, pois sou descendente dos Goitacazes, minha avó e meu bisavo eram da tribo dos goitacazes,
minha avó se chamava Corinta Goiatá Caimopí e era casada com Caetano de Vasconcellos.
Meu nome é Geraldo Angelo de Vasconcellos.

ASSOCIAÇÃO BENEFICENTE CRISTÃ DEUS É FIEL disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Amanda disse...

Segundo a minha avó. A avó dela, no caso a minha Tataravó, pertencia a tribo dos Goitacazes. Não sei o nome dela, sei que ela fugiu da tribo para casar com um Português. Portanto, sou de alguma forma, descendente dessa tribo.

Rute Tavares disse...

Segundo meu pai, minha avó fugiu de uma tribo em Campos dos Goytacazes para se casar com meu avô, não sei qual é atribo,mas gostaria muito de saber quais tribos habitavam essa região do Rio de Janeiro a cerca de uns 80 anos atrás, pois sou descendente direta de uma dessas tribos. Obrigada, Rute Tavares.
Caso alguém tenha mais informações me mande por favor.
rutefreitas@ig.com.br

victor hugo disse...

Nossa que bom amanda....me add pra gente trocar uma ideia o facebook e esse aqui
http://www.facebook.com/profile.php?id=100000916255539

Atelier Casa de Bonecas Biscuit disse...

Galera, quem tiver informação de algum Goitacá,ou sobre a tribo me add. no Face,sou pesquisadora e descendente.
https://www.facebook.com/gabrielazahra?ref=tn_tnmn.
ficarei grata.

Atelier Casa de Bonecas Biscuit disse...

Vamos cobrar,vamos nos manifestar... esse Índio significava muito para mim e todos nós Campistas Goytacazes,nossa ancestralidade,nossa cultura originaria.
Amamos nosso Índio Goitacá e o queremos de volta!
Que seja uma nova estatua,porem meu coração fica partido ao ver o esquecimento e o desprezo que infligiram ao representante de nossa cultura... ignorado e mais uma vez dizimado! É de chorar de tristeza,um País,uma sociedade que n preserva sua própria historia, Lamentável!!!!

Créditos a Belíssima Matéria de : Priscilla Alves/ G1.
http://g1.globo.com/rj/norte-fluminense/noticia/2013/05/abandonada-ha-7-anos-estatua-de-indio-em-campos-rj-sera-destruida.html

ATOS 3.19 disse...

Angelo, como faço para conversar mais sobre suas origens. Muito me interessa a história do Goytacaz.
Att Luciano Couto
lucianoeletricidade@hotmail.com

ATOS 3.19 disse...

lucianoeletricidade@hotmail.com

quero muito saber sobre esse indio, já que é pesquisadora, poderia me ajudar?